Meu Japão

Boneca Japonesa

(Boneca Kokeshi que ganhei do marido para celebrar meu lado criança)

Desde pequena tenho muita curiosidade sobre o Japão. Uma vez, quando estava na quinta série, minha querida amiga, Hana, filha de japoneses, me convidou para viajar com a família dela para a Terra do Sol Nascente, mas eu tive medo de aceitar. Achei que se eu me perdesse deles nunca mais voltaria pra casa!

Anos antes de deixar essa oportunidade passar, fui pra Disney com meus pais e, na lojinha do Japão, da Epcot Center, escolhi minha boneca preferida por muito tempo. Era toda de pano, pintada com muita delicadeza e tinha os cabelos pretos bem longos.

Em 2016, fomos à Festa da Cerejeira, em Campos do Jordão (em um lindo parque com essas árvores símbolo do Japão). Lá, do outro lado do mundo, elas florescem entre o final de março e o início de abril, que é o começo da primavera deles. No Brasil, essa beleza pode ser apreciada no inverno e só em lugares onde faz muito frio, como é o caso da cidade de Campos do Jordão.

Além da cerejeira, sou apaixonada pelo capricho nos detalhes que a cultura nipônica revela em suas dobraduras, em papel ou tecido, nas pinturas e desenhos, pelas inovações tecnológicas e pela culinária, que se popularizou bastante desde que eu era criança no nosso país. Ainda lembro da primeira vez que eu fui a um restaurante japonês, que nem existe mais aqui no Rio, chamado Madame Butterfly, e tive que tirar os sapatos e sentar no chão! Achei a maior novidade.

Alguns filmes despertaram ainda mais a vontade de viajar para o Japão desde então:

Recentemente, um blog e um programa de TV também reacenderam a vontade de um dia cruzar o oceano para conhecer esse país tão especial pra mim:

Um brinde à semana que começa, com Caipisake de Lichia!

Caipisake de Lichia

 

 

 

23 comentários sobre “Meu Japão

  1. Também gosto das dobraduras japonesas. Sabia fazer tsurus. Preciso reaprender. Lá em Niteroi tem um restaurante chamado Sunsaki em que tem mesinhas baixas e os clientes têm que tirar os sapatos. Não se em todo o restaurante é assim. O restaurante fica no bairro de São Francisco e é meu sonho ir lá.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Renata. Que legal! Esse restaurante eu não conheço. Fui poucas vezes a Niterói, apesar de ser tão perto do Rio, né?! Eu não sou muito habilidosa, mas acho lindo quem sabe fazer origami e outras técnicas. Fica linda a árvore de Natal só de tsurus. Eu vi em algum lugar. Obrigada por passar aqui pra conversar! Beijos🙂😘

      Curtido por 1 pessoa

    1. Muito obrigada querida Ju! Aqui em casa quem lê mangás é meu filho mais novo, mas eu leio as resenhas da Lulu do blog Lulunettes e sei que tem literatura interessante para adultos também. Tenho curiosidade. Até acho meio ousados alguns mangás do meu filho, mas eu libero. Tem coisa muito pior por aí. rs Bjos!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s