O caminho do bem

pelucias de frente

Essa fofurice toda aí em cima tem uma justificativa: o post é sobre um filme que trata de preservar e proteger a infância e sobre o verdadeiro caminho do bem capaz de garantir que isso aconteça. Não é tão óbvio quanto parece…

Quem indicou o filme Medo da Verdade foi o Ludo, que adora suspense e drama e já havia assistido e gostado de outros dois filmes baseados em livros do mesmo autor – Dennis Lehane – (“Ilha do Medo” e “Sobre Meninos e Lobos”). Ele, inclusive, está lendo “A Ilha do Medo”, que gerou um filme assustadoramente bom!

“Medo da Verdade”, que nós vimos ontem, antes de dormir, é mais suave, mas também deixa suas marcas em quem assiste.

filme Medo da Verdade

O filme usa o desaparecimento de uma menina de quatro anos para envolver o espectador em uma trama na qual as nuances de bondade e maldade dos personagens são propositalmente confusas.

A família da menina desaparecida consiste na mãe, bem mais preocupada em namorar e conseguir cocaína do que no bem estar da filha, e nos tios, que moram na mesma casa, odeiam a mãe da menina e parecem realmente se importar com a pequena.

O personagem principal, Patrick, é um bad boy regenerado que usa seus contatos no bairro em que nasceu para investigar pequenos crimes, como detetive particular, em parceria com sua mulher, que, quase sempre, diverge ou se incomoda com as decisões tomadas nas investigações.

Patrick passa o filme todo vigiando os próprios passos para assegurar seu lugar no Céu. Essa certeza de estar fazendo a coisa certa e a fé religiosa decidem os rumos da história.

O problema é que a Justiça na Terra foi criada para promover alguma paz social, mas nem sempre funciona para os casos concretos.

Destaco a direção do Ben Affleck e as excelentes atuações de Ed Harris, como policial que participa da investigação, e da atriz Amy Ryan, que faz a mãe da menina desaparecida. Morgan Freeman dispensa comentários…

Terminei o filme divergindo do meu marido sobre o melhor rumo para a história, mas, passado um tempo, ele acabou concordando comigo.

Fica a dica para quem quiser assistir um filme que “dá o que falar”.

pelucias de costas

 

 

 

 

Anúncios

6 comentários sobre “O caminho do bem

Deixe uma resposta para ludoevico Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s