Podemos aprender a vida toda

mural

No fim de semana não cumpri com minhas obrigações com o blog Ludo e Vico porque me envolvi em outras atividades, como uma palestra que assisti no sábado de manhã, mas estava com muita vontade de escrever este post.

A palestra foi tão boa que vai render mais de uma postagem.

A professora Sandra Luzia Ferreira Reis foi a palestrante da Academia Petropolitana de Educação que apresentou  o tema “O otimismo ativo em sala de aula segundo Feuerstein”  dia 07 de abril, na linda Casa de Cláudio de Souza, na Praça da Liberdade, 247, aqui em Petrópolis.

Segundo a professora, o otimismo ativo e outros conceitos desenvolvidos por Feuerstein não se aplicam apenas à relação professor –aluno, mas também a pais e filhos, pares e todos aqueles que desejam o crescimento cognitivo e afetivo das pessoas com as quais convivem.

Quem foi Reuven Feuerstein? Judeu, nascido na Romênia em 1921, emigrou para Israel onde se voltou para a área de educação de adolescentes sobreviventes dos campos de concentração, muitas vezes órfãos, com severas carências cognitivas e afetivas. Desenvolveu um sistema de avaliação do potencial de aprendizagem e um programa de intervenção cognitiva que se tornaram conhecidos no mundo todo como o método Feuerstein.

Os pontos principais da palestra que se aplicam tanto para a escola quanto para a vida foram:

  1. Podemos aprender a vida toda, pois nossos processos cognitivos aceitam modificações (o que muda é a velocidade do aprendizado e os caminhos que o cérebro percorre para fazer novas pontes de conhecimento).
  2. O conhecimento depende de MEDIADORES que podem ser objetos (livros, máquinas que desmanchamos para entender o funcionamento), pessoas (professores, pais, colegas), experiências que vivenciamos

 

mar

Como transferir a aprendizagem da escola para a vida:

  • Descontextualização – Extrair do conteúdo estudado os princípios que poderão ser usados em outros momentos
  • Generalização Verbal – Verbalizar oralmente o princípio aprendido
  • Recontextualizar – Aplicar o princípio estudado em outra situação, fora do ambiente escolar

O otimismo ativo em sala de aula e na vida:

“ (…) Ser otimista é se sentir responsável. Você diz a um indivíduo que ele pode se modificar, que ele pode chegar a um nível mais alto de funcionamento, que ele pode chegar a uma independência que lhe permitirá contribuir de maneira significativa com a sociedade. Quando você mostra que ele pode ser um indivíduo consciente, responsável por ele mesmo e por aquilo que acontece ao redor de si, quando você postula essa modificabilidade, então você está engajado. Quando nós acreditamos que isso é possível, é direito deles e dever nosso tornar isso possível.” (Feuerstein, 1983, p.34)

Quem quiser conhecer mais sobre a vida, o pensamento e o método de Feuerstein pode ler aqui

Espero que tenha despertado a curiosidade sobre esse pensador da educação e da vida.

Boa Semana!

 

 

Anúncios

29 comentários sobre “Podemos aprender a vida toda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s