Só penso

Não pense que a cabeça aguenta se você parar

Pensar não é só para os gênios, os cientistas, os filósofos… mas também para os corajosos, os curiosos, e as crianças que ainda não conhecem o medo de errar.

Os gênios erram e acertam e continuam, genialmente, errando e acertando.

Nós também erramos e acertamos, mas preferimos a segurança de seguir outras cabeças, nem sempre geniais, mas notoriamente valorizadas pela ordem social.

Tem que ser selado, registrado, carimbado, avaliado, rotulado, se quiser voar

“Normalidade” é um nome ideologicamente forjado para designar a maioria.

Que significa ser “normal” além de pertencer à maioria estatística?

… A passagem de maioria estatística” (uma declaração de fato) para “normalidade” (uma decisão avaliativa) atribui uma diferença de qualidade à diferença numérica.

… A questão da “normalidade versus anormalidade” é a forma como o tema da “maioria versus minoria” é absorvido, domesticado e depois confrontado na construção e preservação da ordem social.”

(Zygmunt Bauman, Sobre educação e juventude, Zahar, 2012, páginas 70 e 71)

Quando eu me declarava você ria e no auge da minha agonia eu citava Shakespeare

“Linus Pauling pensava que a vitamina C curava tudo. Isaac Newton passou metade de seu tempo ocupado com códigos estranhos da Bíblia…

Genialidade muitas vezes envolve pensar em uma ideia absurda contrária à sabedoria tradicional e ir atrás dela obsessivamente, apesar dos pessimistas…

Quem às vezes triunfa em algo também deve fracassar às vezes, só por ser o tipo de pessoa que chega a tentar.”

(Scott Alexander, Slater Star Coder, tradução de Mariana Nântua, A diferença entre o gênio e o tolo, Revista Época, 06 de maio de 2019, página 80)

O filho que ainda não veio; o início, o fim e o meio

“… Mesmer veio demasiado cedo ou demasiado tarde, e precisamente a época em que ele teve a infelicidade de nascer carece de uma entidade capaz de uma obscura e respeitosa intuição. É uma época que não permite um claro-escuro nas coisas da alma…

Nessa desesperada batalha por uma nova psicoterapia, Mesmer está totalmente só. Seus discípulos e colaboradores estão atrasados meio século ou um século…

Seu mundo o processou e o condenou. Agora está madura a época em que os juízes se sentam ao seu lado direito.”

(Stefan Zweig – A cura pelo espírito em perfis de Franz Mesmer, Mary Baker Eddy e Sigmund Freud, Zahar, 2017, páginas 26 e 27)

*Os títulos dos textos foram tirados das letras das músicas Tente Outra Vez; Carimbador Maluco; Tu és o MDC da Minha Vida e Gita, todas do Raul Seixas.

Boa Semana!!!

Anúncios

4 comentários sobre “Só penso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s