Por Dentro e Por Fora

Com tempo para escrever um pouco e me lembrar do que me guia

Penso no Vico que bem novinho me disse um dia que antes não se sabia

Achei tão profundo o pequeno descobrir quem é nesse mundo

Quem pensa que vai ser alguém é porque não se sabe bem

Eu me vejo por fora e por dentro diferente nesse exato momento

Morremos e nascemos diariamente, reinventando o pensamento

Hoje estou assim

Vista por dentro e por fora de mim

Miniaturas

Minhas criaturas

Jogos improvisados

Doces delicados

Hiragana, Kanji e Katakana

As velhinhas Marina e Mariana

Poesia do outro dia

Quando eu pouco me conhecia

Folhas de outono e agosto do Ipê

Ainda conversando em rimas com você

Com amor

Amor bom não é desmedido

É ajustado nas palavras

Acerta o passo, o olhar e o sorriso

Elogia a gosto

Põe as duas mãos no rosto

Percebe com apuro

Se dorme ou espera no escuro

Sabe ser por escrito ou falado

Toque suave ou apertado

Bolo caseiro ou perfume comprado

Atenção diária ou gesto inesperado

Quem ama só de um jeito

Perde a linha do desejo

Não reconhece a beleza do defeito

Dá sempre o mesmo beijo