Receita de Natal

Receita de Natal

Ingredientes: muitos presentes

Laços de fita, de teto, de casamento

Colaterais, ascendentes e descendentes

Do mesmo tronco, de sangue e de sentimento

Na hora Dele nascer e da chegada de Noel

Brilham anjos, estrelas, meias e bolas

Enfeites de plástico, tecido ou papel

Salpicados sobre a massa de sacolas

Não leva porco, milho ou goiabada

Aceita figo, peixe, uva e água

Jesus e Nicolau comiam rabanada?

E chester com farofa?

Tradições pagãs passadas na galhofa

A gosto bate o sino de Belém

Aos ouvidos mais sensíveis não convém

Se felicidade é brinquedo que não tem

Música natalina nem sempre faz bem

Antes de enformar a delicada harmonia

Misture os diversos com empatia

Adoce o humor para não azedar em ironia

Serve a todos se usar pouco o celular neste dia

ninho de Natal

Feliz Natal!!!

Anúncios

Cordel Reflexivo

sertão cordel

Quero lhe dar este presente

Uma reflexão de repente

Não ao acaso ou de supetão

Mas de verso improvisado,

Um folk xilogravado

Nesta rede septilhado

Como trova do sertão

 

O que de mais fundo lhe toca o peito?

Mostrar a fim de causar despeito?

Ser cheio de si e de si mesmo se iludir?

Honra, dignidade e respeito?

Manter a guarda com atitude?

Assim, ainda que o medo lhe inunde,

Plantar-se de pé quando cair?

 

Saber sobre viver, morrer e amar?

Deixar de legado as fotos no celular?

Esperar no calendário, num futuro imaginário,

O dia de acordar com a macaca, de enfiar o pé na jaca?

Será revolucionário!

Mas só se a preguiça deixar…

Que é o vício mais duro de largar.

 

Falta de abraço?

Mania de perseguição?

Angústia de chegar?

Raiva da opinião?

O outro, os outros, a outra, as outras?

Seu laudo médico?

Sua prescrição?

 

A saudade de não saber,

De não precisar de conforto,

De caber num saco, todo torto,

Do que era antes de ser?

Pois essa reflexão não é só sua

Ela é a razão de toda criatura

À qual é dada a peleja de nascer

cacto cordel

 

*As ilustrações foram tiradas do livro Cultura da Terra, de Ricardo Azevedo (escritor e ilustrador)

Bom domingo a todos!

Fórmulas das Bruxas

folha de coca

(Diário de Pilar em Machu Pichu, Flávia Lins e Silva e Joana Penna)

………………………………………………………………………………………………………………………..

“Era um homem estranho. Um dia, procurando talvez impressionar-me, tirou do bolso um pedaço de uma matéria escura e mostrou-me, dizendo:

-Sabe o que é isso?

-Não.

-É curare. Sabe o que é curare?

Respondi que já lera algo a respeito.

-Interessante. Muito interessante. Tomado pela boca é totalmente inofensivo. Se entrar, porém, na circulação sanguínea paralisa e mata. É o que certas tribos usam para envenenar as setas. Sabe por que trago isso no meu bolso?

-Não. Não faço a menor ideia. Parecia-me uma bobagem total carregar curare no bolso, mas isso eu não acrescentei.

-Pois bem, vou dizer-lhe, continuou ele, pensativamente, é porque me faz sentir poderoso.”

(A Rainha do Crime – Agatha Christie: Autobiografia I)

…………………………………………………………………………………………………………………..

glândulas venenosas

(Ciências 7 – Arariba Plus – Editora Moderna, 4ª edição)

………………………………………………………………………………………………………………

A DIFERENÇA ENTRE O REMÉDIO E O VENENO ESTÁ NA DOSE

Alguns alimentos, que consumimos no dia a dia, em grande quantidade, mal escolhidos ou mal lavados, podem nos intoxicar.

  • Cogumelos (no meio dos comestíveis disfarçam-se os alucinógenos e os venenosos)
  • Das sementes da Maçã pequenas porções de cianeto (também conhecido como cianureto)
  • 10 gramas de Noz Moscada alucinam
  • O caule e as folhas do Tomate causam transtornos nos sistemas nervoso e digestivo
  • Folhas e raízes de Mandioca liberam o venenoso cianeto de hidrogênio, quando mal processados

…………………………………………………………………………………………………………

tres bruxas e macbeth

Macbeth e as Três Bruxas (pintura do século XIX)

Cobra de terra encharcada, no caldeirão cozinhada; pó de sapo e de girino, lã de morcego e latido de cão

Macbeth, Ato IV, Cena I

……………………………………………………………………………………………………

QUEM TEM SEDE DEMAIS NÃO ESCOLHE A ÁGUA QUE BEBE

Coca Cola

Árvore da Vida

Árvore da Vida

Às vezes uma ideia, um ânimo, uma esperança surge pelo instinto de sobrevivência, pelas palavras de quem nos quer bem, pelo exemplo que inspira.

Essa força de vida pode viajar bastante, percorrer caminhos improváveis até alcançar nossos sentidos e germinar novas certezas.

Sobre a delicadeza desse encontro, inicialmente frágil, atuarão as adversidades e as transformações, presentes em toda forma de vida.

O novo ser, que se reinventa, durará instantes, talvez mais de cem anos, e será eternamente parte da nossa existência.

sementes voadoras

Sementes Voadoras que encontrei na garagem de casa

Essas sementes são equipadas com paraquedas ou asas. Suas bordas de papel ajudam a se dispersarem. O Pepino Javanês e o Jacarandá são exemplos de plantas que realizam essa façanha.

Texto extraído, traduzido e adaptado da Enciclopédia Britânica

sibipuruna

Minha vizinha de porta, a Sibipuruna

Essa árvore espalha pela nossa grama e pela calçada florezinhas amarelas, formando um lindo tapete na entrada de casa.

Ela chega aos 100 anos de idade e passa dos 15 metros de altura, segundo o site minhas plantas.

Bom final de semana a todos!

Votem pela Vida!

Amuletos

Amuleto

No Aperto ou no Desejo

Em Jejum de Azul Ogum

Por Caridade seja feita a Vontade

Que Amarra em mim o Senhor do Bonfim

Lírio Real, Bagua Cardeal

Na porta da entrada, a Sorte lançada

Do lado de fora, protege quem Ora

Em agradecimento ao Sol e à Lua

À Vida que é só Tua

Que não anda sem Esperança

Com Crença e sem Religião

Abençoa cada Opção

Todas Peregrinam pela Experiência

Do Milagre da própria Existência

Afogam a Razão em momentos de Contemplação

Anulam a lástima sob a Mão de Fátima

Oferecem às despesas Três Moedas Chinesas

Sustentam Eira e Beira com Figas de Madeira

Confiam o amor mais longevo nas Quatro Folhas do Trevo

Pia ao pé dos ouvidos teus conselhos precavidos

Para o caso da acabar deixa a Sorte entrar

 

 

 

 

Com que corpo eu vou?

Roda do JB

MOVIMENTO BODY POSITIVITY

Body Positivity não é apenas se amar. É se respeitar.”

(Urban Dictionary Top Definition)

Dicas de como ter uma imagem corporal positiva”

  • Reveja quem anda com você: … amizades tóxicas, relacionamentos abusivos … pessoas que apenas nos colocam pra baixo, não nos incentivam…
  • Pare de se comparar:… Não enxergue as outras mulheres como rivais. É uma visão machista e … só vai te fazer mal.
  • Comece a ter referências de corpos reais: … Quando você se vê representada tudo muda e seu olhar do que é BONITO também.

Tenha paciência com você e com os outros: quem está passando pelo processo body positive é você, não os outros…

(Alexandra Gurgel – Ativista Body Positive)

Garfield e o espelho

MOVIMENTO BODY NEUTRALITY

A ideia da neutralidade corporal é enxergar o corpo como um veículo que, quando cuidado com carinho, vai te ajudar a se deslocar pelo mundo e te trazer alegria. É isso. Sem ficar pensando na aparência.

Resumindo, a neutralidade corporal se baseia em reconhecer o que seu corpo faz, não o que ele aparenta. Seu corpo permite que você se exercite, viaje o mundo e conheça novas culturas. Seu corpo permite andar de mãos dadas e abraçar. Seu corpo te leva de A a B.

(Body Neutrality – O movimento que não está nem aí para a aparência do seu corpo)

cactos redondos

“Prezado Sr Oliver
Estamos escrevendo esta carta para você em nome de um grupo de nutricionistas que se preocupam com sua mais recente campanha para influenciar a política de obesidade infantil. Ao falar de “guerra contra a obesidade”… acreditamos que você possa estar contribuindo para a estigmatização da aparência das crianças…”

palmeiras JB

Embora não seja sua intenção, as campanhas contra a obesidade ( inclusive a infantil) contribuem para o estigma do peso, o bullying etc, pois deveriam focar na saúde e não nas medidas.

CR JB

As imagens deste post, que pretendem mostrar a pluralidade das formas e cores da natureza, foram tiradas no domingo passado, aniversário do Vico. Ele pediu, entre outras atividades, pra se reunir com os amigos em Petrópolis e no Rio, na casa dos avós e no Jardim Botânico.

Boa Semana!!!

Espírito Esportivo

o tesouro de tico

Desde que a Copa do Mundo começou, já surgiram críticas aos jogadores da maioria das nacionalidades (dissimulados e/ou covardes ao agredir os outros times) aos comentaristas esportivos (que naturalizam a farsa para cavar falta, penalty…), sem falar nos torcedores brasileiros e de outras nacionalidades (machistas, arrogantes e desrespeitosos, pra não dizer $%¨&*@#$).

travessuras no céu chao

O importante é …

“Foi apresentado ao adversário à borda da piscina… Quis puxar conversa mas Eduardo o observava como a um inimigo. Ele há de ver comigo – dizia, para si mesmo. Por inexplicável movimento de pudor que aos outros e à própria assistência pareceu antiesportivo, recusou-se a ser fotografado ao lado dele.”

travessuras no ceu teto

“Ganhei? – perguntou, ansioso.

Mafra o consolou, batendo-lhe nas costas: tirara terceiro lugar. Foi para casa sozinho, a cabeça em tumulto. Por que tudo aquilo santo Deus?

Vaidade? Solidariedade com seu clube? Ora, bem sabia que tais coisas não existiam mais para ele.” (Fernando Sabino)

ploc triste

Torcidas da Tartaruga e do Coelho

“Conta-se que a tartaruga e o coelho foram apostar uma corrida. O coelho saiu na frente e quando estava no topo de um morro olhou para trás e viu a tartaruga lá longe, tão longe que resolveu deitar e dormir.

Passo a passo a tartaruga passou pelo coelho adormecido e chegou em primeiro lugar.

No Japão essa fábula é ensinada para enfatizar a importância da persistência, paciência e continuidade.”

travessuras no ceu sopro nuvem

“No entanto, quando essa história foi contada na Índia, houve quem dissesse: “A tartaruga foi má. Sabe por quê? Porque ela não acordou o coelho.

A história no Brasil foi diferente. A tartaruga enganava o coelho e chegava primeiro.

E a versão de Buda, como seria?

Saíam juntos o coelho e a tartaruga. Não se preocupariam em ganhar, mas em criar harmonia com sua passagem. Ofereceriam o prêmio um ao outro, pois não haveria perdedor. Um ganharia pela velocidade. Outro pela persistência.”

fofa fofinha

“Cada um é cada um. Tem valor e tem lugar. Nada é fixo. Não há melhor nem pior. Há o que é correto em sua função e posição. Ser humano, estrela, cão. Somos todos apenas você. E você sou eu. Tartaruga e coelho além da competição.” ( Monja Coen)

ploc na floresta

*Os trechos de “O importante é …” foram tirados do livro “O encontro marcado”, de Fernando Sabino.

*Os trechos de “Torcidas da Tartaruga e do Coelho” estão no livro “Sempre Zen”, da Monja Coen.

*As ilustrações alteradas pelo aplicativo Prisma são de Jimmy Scott (O Tesouro de Tico, de Walter Cunto e Fofa – Fofinha, de Cybele de Oliveira Rebello); de Elisabete de Freitas Guieiro (Travessuras no Céu, de Nilson Lopes da Silva) e de Patricia Gwinner (Ploc, de Dalva Jacy Grosso e Thelma Belloti), todos da Coleção Nossa Primeira Biblioteca, que foi minha primeira biblioteca mesmo!:)

Boa semana a todos!