Nova York na coleção Proibido para Adultos

A Coleção proibido para adultos é um projeto da Lonely Planet (maior editora de guia de viagens do mundo) para o público infantojuvenil. Os livros têm textos e ilustrações no melhor estilo almanaque, com curiosidades históricas, dicas de passeios e explicações culturais sobre cidades como Nova Iorque, Londres, Roma e Paris.

O volume dessa coleção “Nova York – Tudo o que você sempre quis saber”  é uma ótima forma de começar a viagem algumas semanas antes de embarcar.

livro-sobre-nova-york

Eu tive a sorte de comprar este livro para o Ludo e o Vico meses antes de viajarmos e eles curtiram ainda mais a Big Apple. Já sabiam curiosidades sobre o apelido da cidade, o percurso da Estátua da Liberdade da França até os EUA, o que iriam encontrar em Chinatown, na Times Square e nas suas imediações, a lenda dos crocodilos do esgoto, os monstros e heróis do cinema e dos quadrinhos que viviam nos cenários de Nova York, entre outras informações que fizeram a diferença para os pequenos turistas.

Além do livro, assistimos aos filmes musicais “O Fantasma da Ópera” e “Chicago”, antes da viagem. A versão da Broadway do Fantasma da Ópera, que já é maravilhosa, fica ainda melhor para quem conhece a história. Chicago, porém, é mais divertido na versão cinematográfica do que no musical novaiorquino, principalmente para os mais novos. Ainda bem que tínhamos assistido ao filme e, pelo menos, as músicas, que são ótimas, o Ludo e o Vico já conheciam.

Alguns dos vários momentos inesquecíveis da viagem:

  • Os fofíssimos cães farejadores da raça Beagle vestidos de policiais na chegada, no aeroporto JFK.
  • Os deliciosos hot dogs dos carrinhos de rua.
  • A loja de brinquedos Toys’ R’Us, com a famosa roda gigante dentro dela.
  • O Museu de História Natural, que, entre muitos atrativos, tem uma sala chamada Discovery Room, que ensina experimentos científicos para os visitantes.
  • O museu de cera Madame Tussauds, que foi o local mais fotografado da viagem. O Ludo e o Vico se divertiram encontrando personagens e personalidades que eles já conheciam.
  • A linda loja de brinquedos FAO Schwarz, onde os meninos tocaram no piano gigante, com os pés, que nem o Tom Hanks no filme BIG (Quero ser grande) e que, infelizmente, não existe mais.
  • As caminhadas pelo Central Park. Eu ainda nem sabia que existem visitas guiadas a pé e de charrete. Devem ser interessantes. As informações dos tours a pé pelo Central Park eu só fiquei sabendo na volta.

Espero poder voltar e pesquisar um pouco mais do que descobrimos nesse livro e nas nossas experiências locais.