Amuletos

Amuleto

No Aperto ou no Desejo

Em Jejum de Azul Ogum

Por Caridade seja feita a Vontade

Que Amarra em mim o Senhor do Bonfim

Lírio Real, Bagua Cardeal

Na porta da entrada, a Sorte lançada

Do lado de fora, protege quem Ora

Em agradecimento ao Sol e à Lua

À Vida que é só Tua

Que não anda sem Esperança

Com Crença e sem Religião

Abençoa cada Opção

Todas Peregrinam pela Experiência

Do Milagre da própria Existência

Afogam a Razão em momentos de Contemplação

Anulam a lástima sob a Mão de Fátima

Oferecem às despesas Três Moedas Chinesas

Sustentam Eira e Beira com Figas de Madeira

Confiam o amor mais longevo nas Quatro Folhas do Trevo

Pia ao pé dos ouvidos teus conselhos precavidos

Para o caso da acabar deixa a Sorte entrar

 

 

 

 

Anúncios